crise politica

Essa crise política influenciará na Reforma Previdenciária?

Como é notório o que se vem noticiando em toda a mídia do nosso pais é essa crise política instalada em Brasilia a respeito dos nossos governantes.

Nesta crise estamos diante de diversas suspeitas de corrupção envolvendo até mesmo o Presidente da República.

Mas afinal, esta crise política poderá impactar de alguma forma na Reforma Previdenciária?

Isto é uma questão muito delicada de se tratar, pois no mundo político praticamente tudo se torna uma “caixinha de surpresa”. Não sabes exatamente se tudo o que está sendo noticiado é verdade mesmo ou estamos diante de apenas um teatrinho para movimentar a mídia ainda mais.

Por isso, gostaria de expor a opinião deste que aqui escreve dependendo do que vai acontecer:

Caso o Presidente Michel Temer renuncie:

Vindo isto a acontecer teremos que seguir a linha sucessória que prevê nossa Constituição Federal. Por consequência deveria assumir a Presidência da República o Presidente da Câmara dos Deputados e em seguida o Presidente do Senado.

Esses dois presidentes, tanto da Câmara, quanto to Senado, atualmente encontram-se impedidos de assumir tal cargo de Presidente da República, pois estão todos enrolados com crimes de corrupção.

Ficará então sobrando tão somente o dever de assumir a Presidência da República a atual Presidente do Supremo Tribunal Federal, ou seja, Cármen Lúcia seria a nova Presidente.

Neste cenário de crise política, acreditamos que a Reforma da Previdência teria impactos não tão significantes, pois em 60 dias iria ser feito uma eleição indireta e assumiria qualquer um do povo a Presidência da República, com isto provavelmente a Reforma continuaria a tramitar normalmente no Congresso e possivelmente estaria aprovada até o fim deste ano de 2017.

Caso o Presidente Michel Temer não renuncie:

Fazendo isto, se olharmos tão somente com os olhos de que não queremos a Reforma Previdenciária, poderá ser a melhor coisa que aconteça. Explico: antes de acontecer todo este escândalo, o Presidente da República estava com MUITA dificuldade de conseguir convencer os membros da Câmara para aprovar a Reforma Previdenciária. Imagine como ficará estas negociações com os Deputados se o Presidente continuar no poder com estes escândalos todos? Vai parar tudo até as eleições do ano que vem certamente.

Afinal, que Deputado em sã consciência irá apoiar uma Reforma Previdenciária proposta por um Presidente que está sendo incriminado de tanta coisa? Isto seria com certeza um tiro no pé, pois ano que vem as eleições estão ai e poderia prejudicar muito a reeleição de vários Deputados.

 

Conclusão…

Pelos discursos que o nosso Presidente da República vem adotando na mídia deixa claro que ele vai continuar no poder até que forcem a saída dele, seja por impeachment, ou seja por cassação da chapa Dilma e Temer pelo TSE. Como diz o próprio Presidente: “renunciar seria como confessar tudo isto que está sendo noticiado”. Este é um pensamento totalmente egocêntrico, pois enquanto perdurar tudo isto, o País ficará parado.

Ficando o País parado, consequentemente a Reforma da Previdência não sai do lugar. Isto é bom, pois a reforma irá somente prejudicar todos os segurado da Previdência Social.

Vale lembrar que isto é apenas uma opinião e não uma certeza, mas acreditamos que seja este o caminho que nosso pais tomará daqui pra frente.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *