calculo da aposentadoria

Cálculo da aposentadoria – Como fazer para ganhar dinheiro e tempo

O cálculo da aposentadoria pode ser feito de duas formas: contratando um profissional especializado na área para fazer um planejamento/cálculo da sua aposentadoria ou fazendo cálculos com os documentos que você tem em mãos auxiliado pelo INSS.

Este artigo será dividido em dois tópicos, na primeira parte explicarei as vantagens de contratar um especialista para fazer os seus cálculos e na segunda parte explicarei como você mesmo pode fazer o cálculo da aposentadoria gratuitamente.

A pessoa tem que ter em mente que o ato da aposentadoria é um momento único, que dependendo da situação não tem mais como voltar atrás para arrumá-la.

1- Cálculo da aposentadoria elaborado por especialista contratado

Para organizar melhor a sua leitura, falaremos aqui sobre como funciona o planejamento ou cálculo da aposentadoria, quanto tempo você pode economizar e quais vantagens financeiras que o planejamento lhe dará.

1.1- Como funciona o planejamento ou cálculo da aposentadoria?

Os cálculos são feitos com base em toda a sua vida de trabalho, levando em consideração as contagens de tempos diferenciados (o que ocorre nos casos de trabalho com insalubridade), tempo rural, tempo de serviço obrigatório militar, serviços públicos e entre outros fatores em casa caso específico.

Após fazer todos os cálculos, o profissional especializado irá demonstrar quais são as hipóteses viáveis de aposentadoria, fazendo uma projeção para o futuro, onde será demonstrado através de valores e data para dar entrada no requerimento da aposentadoria, qual seria o momento ideal em cada situação.

O melhor momento para se aposentar vai variar muito para cada pessoa, pois dependerá da necessidade da dela em ter essa aposentadoria o mais rápido possível ou poder aguardar para um momento financeiramente melhor. Por este motivo, que no planejamento deverá conter várias hipóteses possíveis de aposentadoria.

 

1.2- Quais as maiores vantagens de contratar um planejamento ou cálculo da aposentadoria?

Sem dúvida a maior vantagem de todas é o quanto financeiramente isso pode impactar na sua futura aposentadoria e também, quando tratar-se de contribuinte individual (popularmente conhecido como autônomo), tem impacto imediato do que poderá economizar no pagamento das contribuições. Apesar de o financeiro muitas vezes ser o principal motivo, veja alguns exemplos do que poderá acontecer se tiver, ou não, um bom cálculo da aposentadoria em mãos:

a) Esperar mais tempo do que necessário para se aposentar

Pode parecer estranho isso, mas ocorre com muita frequência. O principal motivo para isto acontecer é quando envolve períodos de tempo rural e principalmente em períodos em que trabalhou com insalubridade. Nestes casos os cálculos tem peculiaridades que aumentam o tempo de contribuição e consequentemente aposenta antes do que você esperava.

É bom salientar que cada mês a mais que você trabalha, é um mês que você deixa de receber a aposentaria, ou seja, estaria jogando dinheiro fora.

cálculo da aposentadoria

b) Dar entrada no requerimento da aposentadoria em momento errado

O mais comum é aquela pessoa que está contando nos dedos a hora para se aposentar e quando da entrada no INSS percebe que faltou só alguns meses para se aposentar.

Ocorre que, os pedidos de aposentadoria dentro do INSS demoram meses (tenho casos práticos que chegaram a demorar 9 meses para o INSS responder), fazendo com que você seja altamente prejudicado se der entrada na aposentadoria no dia errado. Vou exemplificar um caso real que um cliente meu passou por não ter feito o planejamento ou cálculo da aposentadoria antes:

  • Meu cliente, que vou chamar de João, deu entrada no dia 01/01/2018 na sua aposentadoria e o resultado dele saiu em 01/09/2018, indeferindo (negando) a aposentadoria, pois ficou faltando 3 meses de tempo de contribuição no dia da entrada do requerimento. Ou seja, o dia correto para ele dar entrada na aposentadoria seria no dia 01/04/2018 e não no dia 01/01/2018 como ocorreu. Resumindo, neste caso, João deu entrada novamente na aposentadoria no dia 01/09/2018 e conseguiu se aposentar, mas, note que ele “jogou fora” 6 meses de aposentadoria, pois poderia estar aposentado desde o dia 01/04/2018, mas não conseguiu se aposentar por dar entrada no momento errado.

Transformando o exemplo acima em valores, suponhamos que ele tivesse se aposentado com um salário mínimo, ele teria “jogado fora” R$5.724,00. Teria saído barato um planejamento, não?

Gostaria de dar só mais um exemplo que aconteceu com a minha mãe quando foi se aposentar. Ela foi inventar de dar entrada no INSS sem consultar seu filho que trabalha só com isso (já dizia o ditado: em casa de ferreiro, o espeto é de pau), e logo que eu soube, consegui fazer ela desistir no requerimento antes de ser analisado pelo INSS, pois acho muito importante fazer um planejamento. Quando ela foi dar entrada no INSS, minha mãe era professora e já tinha os 25 anos de tempo de contribuição na profissão para se aposentar. No caso dela, incidiria o temido fator previdenciário e faria com que ela se aposentasse com R$1.400,00 por mês. Fiz o planejamento para ela e foi incrível o resultado. Ela aguardou mais 6 meses trabalhando e entrou em uma regra da aposentadoria que excluiu o fator previdenciário, ou seja, 6 meses esperando, ela conseguiu se aposentar com R$2550,00. Volto a dizer, ficou barato o planejamento no caso dela, né?

Escuto muito dizer das pessoas que: “ah, depois eu faço uma revisão e resolvo esse problema”. E eu afirmo, não existe revisão da aposentadoria por ter dado entrada na aposentadoria no momento errado, só existe revisão da aposentadoria quando houver erro do INSS. O INSS não tem culpa que você quis dar entrada na aposentadoria naquele dia, mas uma coisa eu garanto, sua aposentadoria ficará prejudicada para sempre (faço estas afirmações com base no que temos hoje de revisão, nada impede que surja novas teses jurídicas que possam resolver isso).

c) Contribuir com o valor correto, no caso de contribuinte individual (autônomo)

A pergunta que aparece todos os dias no meu escritório: “Dr., estou chegando próximo a minha aposentadoria por idade, como faço para me aposentar melhor”. Minha resposta é sempre a mesma, DEPENDE. Cada caso é um caso. Tem situações que é interessante a pessoa aumentar o valor que vem contribuindo para incrementar a aposentadoria. Tem situações que aumentar ou diminuir não vai fazer diferença. E pasmem, tem casos que parar de contribuir é o melhor caminho!

Veja que os valores que você pode economizar nesta situação são GIGANTES, pois imagine se você é uma dessas pessoas que o melhor caminho seria parar de contribuir para se aposentar melhor? Além de não pagar mais para o INSS, ainda teria uma aposentadoria maior. Sim, isto existe e é muito comum de acontecer.

d) Ter certeza de que tomou a melhor decisão na hora de se aposentar

Não há nada melhor do que dormir sabendo que fez o melhor, não é mesmo? Trabalhar a vida inteira e ter a tão sonhada aposentadoria, objetivo de vida para quase todas as pessoas. Como se trata de um momento único na vida, porque não ter uma aposentadoria com o melhor potencial possível? Isso só é possível se você tiver um bom planejamento, ter bons cálculos para sua aposentadoria.

Pense bem antes de dar entrada no seu benefício da aposentadoria no INSS, talvez você esteja cometendo um erro irreparável.

 

1.2- Quanto custa para um profissional especializado fazer os cálculos da aposentadoria?

Isto realmente vai variar muito de profissional para profissional, de Estado para Estado, mas, das informações que já tive de outros colegas, o valor pode variar de R$250,00 até cerca de R$1.000,00. Vai depender muito do seu caso. Por isso é interessante negociar com este profissional, para chegar a um valor justo para ambas as partes. Mas uma coisa eu posso afirmar, nada será tão caro do que você ter certeza que tomou o caminho correto da sua aposentadoria e com certeza você irá ganhar muito mais dinheiro do que o investido em um planejamento.

 

2- Como fazer o Cálculo da aposentadoria sozinho?

Existem simuladores que você encontra pela internet para conseguir ter uma noção básica de quanto tempo de contribuição você tem hoje.

O melhor que tem na atualidade é um simulador do próprio INSS.

Basta você fazer um cadastro no site do MEU INSS e no final da barra lateral esquerda você encontrará a opção de fazer uma simulação.

Vale salientar que este sistema lhe informará somente uma contagem básica de tempo de contribuição, não levando em consideração períodos com contagem diferenciada e períodos rurais, tão pouco lhe informará melhores momentos para se aposentar.

Os valores da aposentadoria é praticamente impossível de você fazer sozinho, pois para isto exigiria que você adquirisse um sistema previdenciário. Nestes sistemas eles fazem uma média das suas 80% maiores contribuições de toda a sua vida contributiva e isto acaba ficando inviável de se fazer “na mão”, pois a chance de estar errado os valores é muito alta.

Infelizmente não consigo buscar meios fáceis para você alcançar um bom cálculo da aposentadoria gratuitamente, pois isto geralmente é feito por sistema caros que calculam milhares de coisas ao mesmo tempo e isso não tem como fazer com precisão sem ele, mesmo se você tivesse todo o tempo do mundo para fazer os cálculos

 

Gostou do conteúdo deste artigo? Deixe nos comentários suas dúvidas que ficaremos muito felizes em responder.

Se tiver interesse em fazer um cálculo detalhado da sua aposentadoria , clique “solicitar agora” abaixo e será direcionado para nosso formulário de atendimento.

Cálculo da aposentadoria

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER

4 comentários sobre “Cálculo da aposentadoria – Como fazer para ganhar dinheiro e tempo

  1. É um pouco confuso quando vamos nos aposentar, geralmente deixamos tudo na mão do INSS para decidir o valor e o tempo de contribuição, vou pensar em fazer um planejamento no futuro.
    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*