auxilio-doenca

Qual diferença do Auxílio-doença e Aposentadoria por invalidez?

Muitas pessoas não sabem diferenciar o auxílio-doença da aposentadoria por invalidez, normalmente o que mais escutamos é que o segurado está encostado pelo INSS. É importante saber diferenciar esses dois benefícios por incapacidade, pois você pode achar que está aposentado, mas na realidade está recebendo auxílio-doença, ou seja, está recebendo menos do que deveria.

Elaboramos um infográfico para facilitar a leitura e deixar mais claro as principais diferenças, confira abaixo:

auxílio doença x aposentadoria por invalidez

As diferenças entre os dois benefícios pode não ser muita, mas para quem está recebendo o auxílio-doença sabe que a cada mês que passa ter que ir no INSS passar por uma perícia médica não é fácil, afinal, pode dar a “louca” no perito e mandar você voltar a trabalhar mesmo estando incapaz. Esta rotina de perícias não acontece quando está aposentado por invalidez, será realizado perícias somente quando ocorreram operações especiais, como é o caso do pente fino que o INSS está fazendo agora.

Na prática a aposentadoria por invalidez é muito mais benéfica que o auxílio-doença, não somente pelo fato de receber 9% a mais, mas pela comodidade de não necessitar passar por perícias constantes.

Imagine ter que correr atrás de atestado médico toda hora que tiver perícia no INSS para manter o auxílio-doença? Você acaba por não pensar no principal objetivo deste benefício, que seria ficar em repouso para se tratar e ficar curado.

Gostou desta publicação? Compartilhe com seus colegas, talvez possa ajudar mais pessoas estas informações.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo ou entre em contato.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER

8 comentários sobre “Qual diferença do Auxílio-doença e Aposentadoria por invalidez?

  1. Boa tarde.
    Eu recebi auxílio doença por 10 anos e agora me concederam a aposentadoria por invalidez.
    Eu recebo estes 9 % da diferença destes 10 anos no salário ? Se sim qual é o prazo para eles me pagarem?
    Grato

    • Boa tarde Sr. Anisio.
      Na verdade você não recebe essa diferença dos 9%.
      Você só conseguirá isto se comprovar que durante os 10 anos que esteve recebendo auxílio-doença na verdade era para estar recebendo aposentadoria por invalidez.
      Confesso que é bem difícil comprovar isto, mas não é impossível.
      Junte todos os seus documentos médicos e consulte um advogado especialista em direito previdenciário.
      Caso queira, entre em contato com nosso parceiro através do link: https://advitajai.wixsite.com/lobadvogados
      Caso consiga comprovar isto, você receberá somente os últimos 5 anos dessa diferença de 9%.

  2. Sofri um acidente de moto trabalhando como entregador .meu joelho (rótula ezfarelou) estou de atestado por 12 dias e renovou pra mais 12 o médico queria me mandar direto pro INSS mas eu nao quero. Quero voltar pro meu serviço .minha dúvida é posso ir nesse auxílio doença e continuar a trabalhar em outra função na empresa ? Desde já muito obrigado att:Robert o

    • Boa tarde Sr. Roberto.
      Você não pode trabalhar enquanto recebe auxílio-doença do INSS.
      Caso você esteja recebendo auxílio-doença e venha a trabalhar o INSS cancela o seu benefício e você não recebe mais.

  3. Eu tô recebendo auxílio doença desde 2000 e em 2005 eu entrei na justiça federal e o juiz me deu calda ganha pelo motivo da minha doença ser degenerativa ele falou que o INSS tinha que mi manter até a

  4. Bom dia,
    Eu sou empresario individual e nunca recolhi INSS.
    Estou com um problema de saúde e meu médico disse que, se eu estivesse recolhendo INSS, poderia solicitar estes beneficios, devido à minha condição clínica.
    Se eu começar a recolher INSS agora, há algum prazo mínimo para poder solicitar estes beneficios?
    O fato da doença ser anterior ao inicio do recolhimento de INSS, pode jogar em minha contra na hora de acceder a estes beneficios?
    Obrigado por sua resposta!
    Abs!

    J

    • Seguinte Sr. Juan.
      Você deve contribuir no mínimo por 12 meses para conseguir a implantação destes benefícios.
      Mas você deve estar ciente do risco de o INSS alegar “doença pré-existente”. Isto significa que o INSS não concederá para você esses benefícios referente esta sua doença que tem hoje, pois você estará contribuindo já com esta incapacidade.
      Existem algumas teses que podem te ajudar, mas isto é melhor você buscar um advogado especialista na área.
      Caso você seja de Santa Catarina, entre em contato que ajudamos você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *