aposentadoria marceneiro

Como funciona a Aposentadoria do Marceneiro?

O marceneiro está exposto em todo a sua vida laboral a agentes nocivos, sem contar na periculosidade de exercer esta função, pois qualquer distração pode causar danos irreparáveis.

Quais agentes nocivos está exposto o marceneiro?

Os dois principais agentes nocivos são o ruído e o pó.
Estes agentes estão presentes quase que na integralidade das jornadas de trabalho, pois vivem com os maquinários ligados o tempo todo e o pó esta presente em todo o ambiente pelo fato de haver corte de madeira constantemente.

Tenho que trabalhar quanto tempo para me aposentar?

O marceneiro tem direito a aposentadoria com 25 anos de tempo de contribuição, pois trata-se de uma aposentadoria especial. O mais interessante deste tipo de aposentadoria, é que você não sofre incidência do fator previdenciário, ou seja, se aposenta com 100%.

Como computar o tempo de contribuição de outras profissões junto com o de marceneiro?

Devemos analisar duas situações:
1) Caso essas outras profissões também sejam consideradas especiais, poderá somar o tempo delas junto com a de marceneiro e buscar a aposentadoria com 25 anos de tempo de contribuição como aposentadoria especial;
2) Caso não sejam consideradas especiais, deverá fazer a conversão do tempo trabalhado como marceneiro em tempo comum, ou seja, deverá multiplicar todo o tempo trabalhado como marceneiro por 1,4. O resultado desta multiplicação deverá ser somado as outras profissões. Nesta situação você sofrerá o fator previdenciário, pois sua aposentadoria seria comum.
Exemplo 1: trabalhei 10 anos como o marceneiro e 15 anos como enfermeiro. Nesta situação ambas as profissões são especiais, somando elas teremos 25 anos de tempo especial, conseguindo a aposentadoria especial.
Exemplo 2: trabalhei 10 anos como marceneiro e 21 anos como balconista. Nesta situação, temos 10 anos de tempo especial de marceneiro e 21 anos de tempo comum como balconista. Você deverá multiplicar os 10 anos por 1,4, ou seja, teremos 14 anos de tempo comum. Soma-se os 14 anos com os 21 anos de balconista, chegando aos 35 anos de tempo de contribuição, podendo solicitar aposentadoria por tempo de contribuição.

Já me aposentei, mas não tive a conversão como mencionado anteriormente, o que posso fazer?

É possível realizar uma revisão da sua aposentadoria e conseguir aumenta-la. Geralmente você ganhará bons valores de atrasados e como trata-se de atividade especial os valores da aposentadoria aumentam bastante.
Se você está em dúvida se está ou não nesta situação, busque auxílio de um especialista na área previdenciária, este profissional estará habilitado a lhe fornecer a informação mais precisamente.

Basicamente são estas as principais informações a respeito da profissão do marceneiro na hora de se aposentar.

Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo ou entre em contato.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER

22 comentários sobre “Como funciona a Aposentadoria do Marceneiro?

    • trabalhei 15anos e 7 meses cmo marceneiro na llight trabalhei 3anos e 3 meses na eletrodata trabalhei 2 ano e 7 meses no hotel evereste trabalhei 1 ano na empresa soluÇao total trabalhei 10 meses no colegio santa monica trabba lhei em auguns serviços temporario mais 1 ano e 7 meses o juis so a ppp da light o resto das ppp estavao com 85 dcbeis a da ligt estava como açima de 85 dcbeis tudo isso como marceneiro posso me aposentar pela especial ?

      • Bom dia Sr. José.
        O principal motivo de aposentar especial do marceneiro realmente é o ruído alto acima de 85db, porém não é o único elemento que aposenta de forma especial.
        Primeiramente você deve dar entrada com toda documentação no INSS solicitando para o atendente que você tem interesse em computar o tempo especial.
        Caso não tenha sucesso no INSS, terá que buscar um advogado, que, com certeza, conseguirá aposentá-lo.
        Converse com nosso parceiro sobre uma possível visita ao escritório para tentar aposentar o senhor.
        Segue link do site do nosso parceiro: advitajai.wixsite.com/lobadvogados

  1. boa noite a todos , alguem pode publicar um modelo preenchido do ppp de marceneiro preenchido correto ,pois parece que ninguem sabe preencher , para servir de modelo para quem precisa , pois trabalhei 07 anos como marceneiro exposto o dia inteiro a po de serra cola solventes vernizes primer trabalhava de forma habitual serra circular furadeira lixadeira de madeira maquinas tupila exposto a ruidos

    • É complicado eu fazer uma afirmação sem olhar o PPP, mas para ter o direito a aposentadoria especial do marceneiro, em cada ano que ele trabalhou o grau de ruído é diferente, conforme vou explicar abaixo para você:
      Grau de ruído acima de 80db até 05/03/1997;
      Grau de ruído acima de 90db até 18/11/2003;
      De 19/11/2003 até os dias de hoje, Grau de ruído acima de 85db.
      Confira no PPP como está o grau de ruído e encaixe com os dados que informei acima.

  2. Boa tarde meu marido tem 45 anos e trabalha em uma marcenaria a 27 anos ele já pode tá vendo sua posetadoria ou ainda não tem o tempo que precisa pra se aposentar

  3. Boa noite , tenho 27 anos trabalhado em marcenaria como marceneiro mas só conseguir o ppp de 2006 a 2017 todos acima de 85 decibéis posso usa lo para formular os outros ppps anteriores tenho chance de me aposentar ? Tenho 48 anos .

    • Você não pode usar esses PPP para os outros períodos não.
      É possível vocÊ conseguir reverter isso judicialmente os períodos faltantes, principalmente se a empresa estiver fechada.

  4. Boa tarde.
    Trabalhei por 5 anos numa fabrica de moveis de madeira, atualmente extinta, como “ajudante” e “ajudante geral” ( tenho dois periodos de registro na carteira), mas na realidade, operava maquinas de trabalhar madeira de ruído elevado e estava exposto a agentes nocivos como thinner e verniz.
    Neste caso, posso pleitear o regime especial para este periodo? Nao havia PPP nesta época.
    Grato.

    • Bom dia.
      Dependendo da época que você trabalhou não era o PPP, mas sim outro documento exigido pelo INSS. Cada ano, antigamente, o INSS exigia um documento diferente.
      Como você não tem documento e a empresa está fechada, você só vai conseguir através de uma ação judicial mesmo, pois o Juiz poderá requerer uma coisa chamada de “perícia indireta” onde ele analisará sua função com base em outra empresa do mesmo ramo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*