aposentadoria do professor

Como funciona a Aposentadoria do Professor?

Pensando no desgaste da profissão do Professor, nossa legislação trouxe um benefício para os professores conforme linha temporal abaixo:
Até 16/12/1998, todos os professores teriam direito a aposentadoria diferenciada de professor.
A partir de 17/12/1998, somente tem direito aqueles professores que exerceram de forma exclusiva a profissão área da educação infantil, fundamental ou médio. Ou seja, passou-se a excluir a possibilidade de aposentar-se de forma diferenciada os professores universitários.

Quais são os direitos referente a aposentadoria que o professor possui?

Os professores de educação infantil, fundamental ou médio poderão se aposentar por tempo de contribuição com 30 anos, se homem, e 25 anos, se mulher. Outra situação é que terão uma redução em 5 pontos quando se aposentar pela nova forma de aposentadoria conhecida como 85/95.
Vamos exemplificar:
Maria (55 anos de idade) trabalha a 28 anos com carteira assinada, sendo que destes 28 anos, 25 são exclusivos como professor. Com isto, Maria poderá desprezar os 3 anos que não são de professor e se aposentar diretamente como professor por ter 25 anos de contribuição (terá incidência do fator previdenciário).
Agora, caso Maria opte pelo novo modo de aposentadoria conhecida como 85/95, deverá somar idade com tempo de contribuição exclusivo de professor, logo, teremos a soma de 80 pontos. Pelo fato de a lei trazer uma redução de 5 pontos para o professor, Maria não precisará alcançar 85 pontos, e sim 80 pontos. Portanto, Maria poderá se aposentar com a regra 85/95 com o salário de benefício INTEGRAL, sem a incidência do fator previdenciário.

Posso me aposentar e continuar trabalhando?

Sim, pois esta aposentadoria na verdade é considerada como se fosse uma aposentadoria por tempo de contribuição, mas com uma pequena diminuição no tempo por ter uma profissão mais delicada. Nas aposentadorias por tempo de contribuição e por idade é possível continuar a trabalhar normalmente, sem prejuízo.

Fui Professor Universitário até 16/12/1998, como fica a minha aposentadoria?

O legislador para não deixar essa categoria desamparada, fixou que todo o tempo exercido como Professor Universitário, terá um acréscimo de 17%, para o homem, e 20%, para a mulher.
Exemplo: caso a mulher tenha 10 anos de tempo de contribuição como Professora Universitário ates de 16/12/1998, esse tempo será convertido e ficará como 12 anos. Mas a regra aqui é a mesma, terá que continuar a exercer a atividade exclusiva como professor, se não esta conversão não existirá.
 aposentadoria do professor

Caso eu não queira me aposentar como professor e sim aposentaria comum por tempo de contribuição, teria algum acréscimo no tempo de contribuição como professor?

Isto teve uma ampla discussão, chegando ao STF e sendo julgado em meados de 2014. Infelizmente não é possível esta conversão, todo o tempo como professor será computado normalmente. A confusão feita por muita gente é que com a Aposentadoria Especial, cada ano será considerado como 1,2, se mulher, e 1,4, se homem, mas isto não ocorre com o professor.

Sofri uma lesão que diminui minha capacidade no trabalho, o que fazer?

O que mais ocorre nesta profissão é ter lesões nas mãos (L.E.R) e nas cordas vocais.
Caso estas lesões se tornem algo que possa dar apenas um certo incomodo na profissão, limitando você se atribuir sua função perfeitamente, o INSS concede um benefício chamado de auxílio-acidente.
Caso esta lesão impossibilite totalmente você de trabalhar, poderá o segurado solicitar uma aposentadoria por invalidez.
Ficou alguma dúvida? Entre em contato clicando aqui ou deixe um comentário!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER

Um comentário sobre “Como funciona a Aposentadoria do Professor?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *